Webmail
Jateí, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
(67)3465-1133
Redes sociais
Nos siga e fique sabendo

/

         

       

No município de Jateí a coordenadoria de saúde mental, vem desenvolvendo durante todo o ano um trabalho de conscientização e prevenção, mas no mês de setembro realizou a campanha contra o suicídio, que se encerrou já em outubro.

A campanha intitulada Setembro Amarelo que foi realizada também em todo o Brasil, uma ação que vem ocorrendo desde 2014. Em Jateí foi organizada pela Secretária de Saúde através da coordenadoria de Saúde Mental em parceria com a Secretária de Assistência Social por intermédio do Cras (Centro de Referência de Assistência Social). No decorrer da campanha foram preparadas diversas oficinas e rodas de conversas com a população em geral em especial os adolescentes, os beneficiários do programa Bolsa Família e os grupos da terceira idade atendidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vinculo para Pessoa Idosa.

O Secretário de Saúde Geberson Alves que contou com total incentivo do prefeito Arilson Nascimento Targino (sem partido) explica que a campanha foi de suma importância, com bons resultados, na qual as diversas atividades desenvolvidas teve a intenção de capacitar, conscientizar e promover a discussão com a sociedade sobre este tema que este em alta na atualidade.

Segundo o coordenador de Saúde Mental de Jateí o psicólogo Valdeci dos Santos Pinheiro, o intuito da campanha este ano foi promover o debate e conscientização da população que suicídio é um problema que precisa ser enfrentado por todos, uma vez que é um tema cercado por muito estigma e tabu e a sociedade precisa cada vez mais falar abertamente sobre este fenômeno. Em relação aos idosos foi dado um enfoque maior, haja visto que segundo os dados da Organização mundial de saúde o suicídio entre pessoas idosas representa um grave problema de saúde em diversas partes do mundo. No Brasil a população acima dos 60 anos é a que mais cresce nos últimos anos justificando um olhar mais atento e preventivo do setor de saúde sobre essa questão.

 

Psicólogo e turma de terceira idade participantes da campanha

Assessoria de Imprensa/ Valéria Batista

Foto Divulgação