...
Redes sociais
Nos siga e fique sabendo

/

         

       

No município de Jateí encerrou na tarde de sexta-feira (17) o curso de Bordado em Vagonite com integrantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para a pessoa Idosa (SCFVI).  Uma parceria entre a Prefeitura Municipal e Sindicato Rural através do Serviço de Aprendizagem Rural (Senar-MS).

 

O curso foi ministrado pela professora Lourdes Amaral Rocco de Itaquiraí, que durante os quatro dias, orientou as participantes com métodos teóricos e práticos, de maneira satisfatória objetivando desenvolver a arte de bordar utilizando a técnica de vagonite, onde foram realizadas diversas confecções. “Foi surpreendente trabalhar com a equipe de Jateí, pois as alunas se dedicaram ao máximo, assim os trabalhos fluíram de maneira mais agradável, contando em especial com toda atenção da mobilizadora do Sindicato Rural de Jateí Francielli da Silva”.

 

A Secretária de Assistência Social Antonia Marcilia Lacerda da Silva em nome da administração do prefeito Eraldo Jorge Leite (PSB) agradeceu a parceria, assim parabenizando a todos pelo sucesso do curso. Reforçando que a intenção é elevar a autoestima dos participantes do SCFV, e ouvir os anseios para melhor atende-los. A participante Dona Erodice Vieira fez questão de frisar a importância do curso, assim como a atenção e dedicação recebida pelos organizadores.

 

O presidente do Sindicato Rural de Jateí José Pereira da Silva e Secretária de Educação Eleni Felipe também estiveram no encerramento constando o sucesso do resultado, onde foram expostos os trabalhos realizados. “Estamos ativos nesta parceria, pois novos cursos em breve serão realizados, na qual temos plano de expor durante a Festa da Fogueira peças de todos os trabalhos confeccionados em conjunto com Prefeitura, Senar e Sindicato” garante o presidente.

 

 A coordenadora do SCFVI a Gerente Municipal de Ação Comunitária Julia Amorim da Silva Cunha satisfeita com todo o resultado e disposição das participantes ressaltou que para o distrito de Nova Esperança e Gleba Nova Esperança também haverá relevantes cursos. “Nossa intenção é fazer o que há de melhor para a turma da melhor idade, este curso além da disponibilizar aprendizagem proporcionou momentos de descontração e interação entre as participantes” finaliza a coordenadora.

 

Participantes expõe trabalhos realizados durante o curso

Assessoria de Comunicação/ Valéria Batista

Fotos divulgação